Permacultura no Brasil começou assim

Diplomação de João Rockett, ao centro, Ali Sharif à esquerda e Bill Mollison à direita. 1999

Curso de Bioconstrução, realizado no IPEP para construção da Casa Mãe em fardo de palha e telhado de Santa Fé, 2001.

    Depois da vinda de Bill Mollison ao Brasil em 1992, e do impulso inicial dado pelo primeiro curso de Permacultura do Brasil, que aconteceu em Porto Alegre, o iraniano Ali Sharif fundou 12 institutos de Permacultura na América Latina, unindo-se a líderes afinados aos preceitos da Permacultura. Quatro deles foram inaugurados no Brasil: o Instituto de Permacultura e Ecovilas da Pampa fundado com João Rockett, o Instituto de Permacultura da Amazônia dirigido por Ali Sharif, o Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado, com André Soares e o extinto Instituto de Permacultura Austro Brasileiro com Jorge Timbermman, e o trabalho feito por Marsha Hanzi na Bahia.
    Tudo foi feito a pedido de Bill Mollison, que trabalhava pela difusão da Permacultura para todos os interessados em viver estilos de vida alternativos às correntes desconectadas do ambiente natural, propondo “...milhares de vilas sustentáveis no lugar de estados-nações...”. Ali Sharif havia feito um curso de Permacultura com Bill Mollison nos Estados Unidos em 1984 e passou a trabalhar pela causa movido por grande entusiasmo, com um mapa em mãos Bill Mollison apontou para a América Latina e então Ali Sharif fundou a PAL - Permacultura América Latina, para alavancar os novos centros. Fundou o primeiro deles no Equador em 1994.
    Quando chegou ao Brasil em 1996 decidiu estabelecer um centro de Permacultura em cada bioma brasileiro, com objetivo de que fossem centros certificadores e de referência para a difusão da Permacultura como Bill Mollison sistematizou. As aventuras de Ali Sharif vão além de seu trabalho levando a Permacultura aos rincões mais isolados do planeta, ele viveu por anos com os índios Guairanis no Equador demarcando terras, viveu com o célebre agricultor Masanobu Fukuoka no Japão, e participou da histórica fuga em massa da cadeia de Teerã, durante a revolução iraniana da década de 70, fato eternizado no livro On Wings of Eagles de Ken Follett. Desde 2010 introduz a Permacultura na África, apoiando projetos na África do Sul, Zambia, Malawi e Moçambique.

     O primeiro curso de Permacultura aconteceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul e foi ministrado por Bill Mollison e Scott Pittman. Ali Sharif encontrou João Rockett trabalhando com o Projeto de Sementes Agroecológicas BioNatur nos assentamentos da reforma agrária, apoiou o projeto com recursos financeiros e posteriormente promoveram juntos a fundação do IPEP, hoje Escola Rama, dirigida por Tatiana Cavaçana.
    Projetos que incluíram atividades de campo, educação, reuniões com governos em todas as instâncias, criação de políticas públicas, economias alternativas e muito trabalho diário na construção dos Centros de Referência, tornaram a Permacultura realidade no Brasil. Após sua viajem de 20 anos desde a Austrália e 15 anos de pioneirismo a Permacultura difundiu-se por terras brasileiras transformando problemas em soluções!